Featured post

O Porche

Dedico este conto a alguém muito especial, que um dia prometeu: «...tentarei que nunca te pareça que te tiro o rebuçado.»        ...

Monday, 12 July 2010

Pequena história baseada nas imagens de 7 POSTAIS

Sapo verde de olhos vermelhos, como brilhas, como me atrais. Sapo verde de olhos vermelhos, tão bonito, tão letal. Não resisti. Morri. Num momento, minha alma, presa no alto da torre da igreja, vê os telhados frios e brancos da aldeia. Noutro instante, veleja no silêncio do alto mar, tentando fugir à força do passado. Porque não aceito que há coisas que têm que se deixar para trás? No túnel da verdade, espero que no lado de lá haja uma cabana e uma palmeira e um sol que brilhe, prometendo-me um calor, uma vida nova com desafios...Desafios, sem sapos de olhos vermelhos envenenados.

No comments:

Post a Comment